mar
13
2014
Doméstico pode declarar Imposto de Renda em 2014

Com a ampliação dos direitos dos trabalhadores domésticos, muitos deles poderão ser obrigados à declarar o Imposto de Renda em 2014, devido à assinatura da carteira de trabalho, ao direito a horas extras e aos demais benefícios. O limite de isenção é o mesmo para todos os contribuintes: R$ 25.661,70 anuais. Mas, passando dele, o empregado deve preencher a declaração.

Por isso, o primeiro passo é verificar o total dos rendimentos tributáveis em 2013. Se ultrapassarem o valor limite, é hora de se informar sobre os primeiros passos para o preenchimento da declaração do Imposto de Renda. Para comprovar, é preciso que o patrão forneça o informe de rendimentos feitos ao empregado. A declaração de 2014 deve ser feita até o dia 30 de abril.

Além do salário habitual, no documento deve constar as horas extras e o adicional noturno. Esses e outros valores tributáveis devem ser informados como rendimento tributável recebido de pessoa jurídica. Caso o funcionário tenha que declarar o imposto, o patrão pessoa física deve ter entregue também a Declaração de Imposto Retido na Fonte – DIRF 2014 à Receita Federal, para gerar o informe do doméstico.

As demais regras para a entrega do Imposto de Renda 2014 pelo empregado doméstico são iguais às de qualquer outro empregado assalariado, e valem para todas as funções do lar: governantas, babás, mordomos, jardineiros, motoristas, faxineiras ou copeiras.

Acompanhe mais novidades sobre o Imposto de Renda 2014 em nosso blog e também em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Slideshare.

Fonte: [1]

          (0) voto(s).
  • Share/Bookmark

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>