dez
17
2012
Presentes de natal: como presentear os amigos e família sem quebrar o orçamento!

O natal é uma época de festividades e confraternizações. Junto a elas, vem também a tradição de presentear as pessoas queridas, que convivemos diariamente, além da nossa família. Embora seja um gesto de carinho muito apreciado, a tradição de trocar presentes deve ser feita com cautela. Observando o orçamento pessoal e familiar, é possível conciliar as compras de fim de ano com bons presentes. Basta procurar um pouco mais e tomar alguns cuidados!

Antes de partir para as compras, o ideal é analisar o orçamento e verificar o quanto pode ser gasto com os presentes natalinos. Em vez de confiar apenas na “calculadora mental”, esteja disposto a anotar tudo o que gastar com as compras. Dessa forma, quando parar para organizar o que foi gasto, as contas poderão ser feitas de forma mais exata.

Mesmo que prefira utilizar o cartão de crédito para parcelar os presentes, tenha anotado a quantia exata que será usada. Atente para não ultrapassar o limite estabelecido, nem pense apenas no valor da parcela. A falsa sensação de controle existente quando as parcelas podem ser pagas não é sinônimo de bom investimento, especialmente se forem feitas compras em lojas diferentes. No final, a reunião das parcelas pode ser um valor maior do que o estipulado.

Se for possível comprar os presentes com antecedência, as compras pela internet podem ser a melhor opção. Normalmente, as lojas virtuais dão descontos diferenciados em relação às lojas físicas. Algumas livrarias já disponibilizam, também, frete gratuito quando há a sede na mesma cidade e a pessoa retira a compra realizada no local. Apenas atente-se para não comprar em cima da hora e perder o prazo. Falando em tempo, para confraternizações que ocorrerem após as datas festivas, vale esperar um pouco mais para comprar os presentes, já que as lojas costumam fazer a queima de estoque para a próxima coleção.

Na hora da escolha dos presentes, tenha um cuidado maior ao levar as crianças para escolher. Este é um momento diferenciado para elas, que são estimuladas pelas propagandas e pelo marketing. Além da possibilidade de gastos a mais, o importante mesmo é conscientizar toda a família para a educação econômica. Sendo assim, vale envolvê-las ao longo de todo o planejamento do fim de ano, da escolha dos presentes à ceia. Outra dica é estimular a tradição das cartas de natal, para que elas concentrem-se numa lista de desejos.

Os pais devem atentar-se sempre para não deixar que o lado emocional seja maior que a situação financeira da família. Além disso, é importante conscientizar sobre as finanças da família para as crianças desde sempre, para que elas possuam um futuro planejado e mais sadio financeiramente.

Ao planejar o seu natal de forma equilibrada, você evitará os endividamentos e começará o ano com mais tranquilidade! Acompanhe nossas redes para ver mais dicas sobre finanças pessoais, economia, contabilidade e auditoria: Facebook.com/DominusAuditoria | @DominusAuditori | Slideshare.net/DominusAuditoria.

Fonte: [1] e [2].

* * * * * (1) voto(s).
  • Share/Bookmark

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>