jun
25
2013
Orçamento da Copa 2014: onde é gasto o dinheiro investido pelo Governo?

Uma onda de protestos relacionados ao preço do transporte público e dos gastos relativos à Copa do Mundo de 2014 tomou de conta do país! Muitas são as mobilizações, com diversos propósitos, mas o investimento num evento de grande porte em contradição com a falta de recursos para a saúde e educação, deixa muitos indignados. Em nosso post de hoje, vamos entender do que se tratam os gastos investidos na Copa do Mundo com sede no Brasil.

Um evento como a Copa sugere que a economia do país se fortaleça, uma vez que os recursos devem ser destinados à melhoria da infraestrutura do país sede, refletindo no transporte público, na criação de novos empregos e, especialmente, no turismo. Este último, torna-se uma fonte de retorno dos rendimentos, mas a longo prazo. Da mesma forma que os estádios reformados, que receberão mais torcedores para jogos nacionais.

Apesar disso, ainda há a dúvida: onde estão todos esses investimentos? Nas previsões de custos feitas no início de 2013, os investimentos na Copa chegaram ao cálculo de R$ 25,5 bilhões. Nos meses de abril e junho, entretanto, admitiu-se uma elevação no orçamento, totalizando um montante de R$ 28,1 bilhões, 10% a mais do que o valor anterior.

Segundo uma entrevista coletiva feita com representantes da Fifa, do Comitê Organizador Local e o Ministério do Esporte, o aumento deve-se à elevação de gastos nas construções dos aeroportos – cujo orçamento é de R$ 8,4 bilhões. Já os estádios ficam com gastos em torno de R$ 7,6 bilhões. O investimento em mobilidade urbana, por sua vez, é de R$ 8,9 bilhões. Confira abaixo as fontes de renda, que são obtidas por meio de recursos e financiamentos concedidos pelo Governo Federal.

Infraestrutura¹
Fonte da renda:
Governo
Dinheiro para a infraestrutura das cidades-sede, aumento dos aeroportos e estruturação do transporte público.

Reforma e construção de estádios
Fonte da renda:
Iniciativa privada
Em troca de alavancar os projetos, os empresários teriam o direito de administrar os estádios por no mínimo 20 anos, para, em tese, obter lucro.

Instalações oficiais
Fonte de renda:
Fifa.
A Fifa é quem banca a construção de estruturas de apoio para os jogos, da sede do comitê organizador, dos centros de mídia e das centrais de segurança.

Segundo o Governo Federal, os investimentos da Copa não influenciam nas demais áreas da administração pública. Em 2013, para a saúde e educação, a liberação de verbas chegou ao valor de R$ 177 bilhões. De 2007 a 2013, o investimento em educação triplicou e o da saúde dobrou, totalizando um investimento de R$ 758,6 bilhões de reais em saúde e educação ao longo dos sete anos.

A atualização dos valores da Copa do Mundo de 2014 é divulgada na Matriz de Responsabilidade da Copa.

Acompanhe a Dominus Auditoria também nas redes sociais para saber mais sobre contabilidade, Auditoria Interna e Externa e Consultoria Organizacional: Facebook | Twitter | Slideshare.

Fontes: ¹ Planeta Sustentável, Globo Esporte e 180 Graus.

          (0) voto(s).
  • Share/Bookmark

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>